campanha-tchau-aedes
O 5 abril 2016

Tchau Aedes!

Os pequenos começam a pegar um resfriado e logo bate aquele desespero de levá-lo ao médico, pensando que pode ser alguma doença causada pelo mosquito de AEDES AEGYPTI, não é mesmo?

Mas será que sabemos quais os sintomas das doenças e como nos prevenir deste mosquito? Dengue, chikungunya e a microcefalia, causada pelo Zika Vírus, estão apavorando todo mundo e separamos uma matéria importante para vocês.

 

A microcefalia trata-se de uma malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Neste caso, os bebês nascem com perímetro cefálico menor que o normal. Essa malformação congênita pode ser feita de uma série de fatores de diferentes origens, como substâncias químicas e agentes infecciosos, como bactérias, vírus e radiação. Atualmente, pesquisas comprovam que o Zika Vírus é transmitido pela picada do mesmo vetor da dengue, o Aedes Aegypti.

 

O ano de 2016 começou com uma disparada dos casos confirmados de dengue na cidade de

São Paulo. Nas primeiras três semanas, quase 30 novas pessoas por dia tiveram a doença comprovada na capital paulista. Um aumento de 40% comparado ao ano de 2015.

 

Um fator de preocupação é que, historicamente, a doença só atinge seu pico perto de abril, e não no verão.

 

A Timokids, com seu objetivo de causar impacto social positivo, quer conscientizar as crianças desde cedo e transformá-las em agentes de combate ao Aedes Aegypti, ensinando-as, desde cedo, como identificar criadouros e a combater esse mosquito.

 

Por isso, lançamos uma campanha ‘Tchau Aedes’. Vamos distribuir mais de milhares de livros infantis, em diversas comunidades de todo o Brasil. A primeira comunidade beneficiada será Paraisópolis, em São Paulo, e os livros serão entregues para mais de 1500 crianças da ONG Casa do Zezinho.

 

Quer participar? Contribua com a campanha Tchau Aedes e nos ajude a formar estes pequenos verdadeiros exterminadores do Mosquito!

 

Para mais informações, acesse: http://timokids.com.br/campanha-aedes-aegypti/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *