educação-financeira-
O 9 março 2016

Educação Financeira

No fim do mês, o salário cai e as despesas são pagas. Com o que sobra, compras por aqui e ali, até que o dinheiro acaba e o arrependimento dos gastos adicionais bate! “ Mais uma vez e eu gastei tudo! ”.

Quantas vezes não nos deparamos com essa situação, na qual seguindo nossas vontades momentâneas, desvalorizamos o dinheiro e gastamos sem pensar? Muitas! Por isso é dever nosso, ensinar nossos filhos a lidar com o dinheiro!

Aprendizado para a vida toda, a educação financeira é preparar a criança para o futuro, já que todo adulto lida com dinheiro, mas nem todos se dão conta do seu valor, como no exemplo acima. Trabalhar valores, faz com que a criança cresça sabendo quais são as melhoras escolhas, mesmo em situações distantes a essa.

Selecionamos então, algumas dicas de como transmitir este conhecimento tão importante que é o financeiro:

Toda criança sabe que se pedir, o papai e a mamãe se esforça para dar! Quem já levou os filhos para passear sabe bem como são, os diversos pedidos. Ao invés de simplesmente ceder ao desejo, aproveite a chance para ensiná-los sobre o valor do dinheiro. Saiba colocar limites nas vontades do pequeno, lhe explique que nem sempre dá para se ter tudo e, que em algumas situações, precisamos fazer boas escolhas, para que nada saia fora do planejado.

Para enfatizar a importância, converse com eles sobre dinheiro como um assunto que é e faz parte do dia-a-dia. Cite sobre pagamentos, dívida, troco, orçamentos … apresente o funcionamento do dinheiro dentro de casa, os valores de cada conta ou dos planejamentos de passeios e viagens, incluindo-os na medida correta.

Já a famosa mesada, é uma questão que depende de cada caso. Ao criar uma mesada, a criança entende o seu limite de gasto e poupa para juntar o suficiente para comprar o que deseja. Assim, ela começa a compreender, porque valorizar o dinheiro, já que passa a priorizar os seus gastos e escolher o que importa, além de enxergar que não dá para comprar sempre tudo o que elas querem, valorizando cada aquisição.

Lembre-se que, a mesada vai de acordo com a idade da criança e é preciso instrui-las em suas compras.

Por fim, tenha sempre paciência e mantenha na mente o tempo que levou para equilibrar seus os gastos, quando começou a ganhar dinheiro. Compreenda que é natural, mas com ajuda a criança saberá diferenciar o que quer do que realmente precisa. Ser racional no uso do dinheiro pode ser um dos melhores presentes que você pode dar aos seus filhos!

Baixe o Timokids Grátis em seu celular e tablet:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *